Beyoncé assina novo acordo global com Sony/ATV

Beyoncé se une novamente ao CEO Jon Platt. Novo acordo inclui todo o catálogo das músicas da diva pop, inclusive os hits da era Destiny’s Child.

Nesta semana, a artista e empresária Beyoncé assinou um novo acordo global com a Sony/ATV Music Publishing para a gestão de todo o seu catálogo de músicas, incluindo os hits do início de sua carreira com o grupo Destiny’s Child.

Segundo a Billboard, será a segunda vez que o presidente e CEO da Sony/ATV, Jon Platt, trabalhará com a diva pop. Anteriormente, Platt atuou como chefe de sua editora, Warner Chappell.

“Estou empolgada com o que virá com minha parceria com Jon Platt em seu novo papel de liderança na Sony/ATV”, disse Beyoncé. “Jon é o executivo que entende a mentalidade criativa e continua sendo defensor e protetor. Foi uma honra trabalhar com Jon desde o início da minha carreira.”, continuou.

Platt acrescentou: “Além de todos os elogios e realizações, Beyoncé é simplesmente um dos talentos mais motivados e impactantes que eu conheço. Tive o privilégio de fazer músicas incríveis com ela ao longo de sua carreira e ela continua estabelecendo o padrão da expressão criativa em todas as formas. Beyoncé inspira gerações com suas músicas e tenho a honra de me reunir com ela na Sony/ATV. ”

Beyoncé entra para o catálogo da editora que assinou com Rihanna no ano passado. Atualmente a Sony/ATV possui o maior catálogo de publicações musicais do mundo, incluindo artistas como Taylor Swift, Pharrell Williams, Frank Sinatra e Marvin Gaye.

Leia na origem

“FUTURE 25”: Rolling Stone elege os líderes mais inovadores no mercado da música

Matéria de Rolling Stone

A Rolling Stone criou uma lista para apontar os líderes mais inovadores e criativos do mercado de música americana. Destacamos Jon Platt, CEO da Sony/Atv, pela sua determinação em buscar que os rappers sejam respeitados e remunerados de forma justa.

A Rolling Stone Americana publicou na edição de Outubro a “Future 25”, uma lista apontando os principais nomes que estão inovando e liderando o mercado americano de música.

Segundo a revista, a ideia é que a “Future 25” aponte os nomes mais criativos e que de fato estão criando algo novo para o mercado. Para isto, a cada ano, a lista terá fundadores de startups, negócios de sucesso e artistas empreendedores.

Nosso destaque vai para Jon platt, CEO da Sony/Atv. Para a Rolling Stone, o diretor que Jay-Z uma vez chamou de “Obama da indústria da música” está “refazendo a ideia de como sua indústria pode se parecer”.

Jon Platt, é conhecido no mercado da música por produzir uma dos maiores hits de Jay-Z, “Empire State of Mind”, além de ser um dos principais nomes que colocaram o hip-hop no nível de sucesso em que está hoje.

Além de ver o potencial de Jay-Z no início de carreira, sempre insistiu que os MC’s fossem tratados (e pagos) como qualquer outro compositor. “Não sou o primeiro editor de música a contratar um artista de rap, mas provavelmente sou um dos primeiros a garantir que sejam respeitados como compositores”, diz ele.

Antes de se tornar presidente e CEO da Sony/ATV, Platt foi um dos primeiros DJs da cidade de Denver, gerenciou produtores e trabalhou na EMI.

Na Sony/ATV, maior editora de música do mundo, Platt implantou uma mudança na cultura corporativa, onde todos os funcionários, e não apenas os de alto escalão, teriam participação nos lucros pela aquisição da EMI Music Publishing por US$2,3 bilhões.

Platt implantou um novo sistema tecnológico para acelerar os pagamentos de royalties aos compositores da Sony/ATV e permitir que eles retirassem dinheiro com ganhos futuros.

Agora, Platt tem objetivos que vão além de sucessos e receitas. “Estou bem sendo o primeiro afro-americano a administrar um negócio global de música, desde que não seja o único”, diz ele. “O que eu quero é que o interior da empresa pareça com a música que representamos.”

Vale a pena conferir a lista completa da “Future 25”. E pra você? Quais são os nomes nacionais que atualmente está inovando no mercado? Deixe sua aposta nos comentários do nosso post no Instagram!

 

Crédito: Ilustração de Sean McCabe para a Rolling Stone.

Leia na origem

Sony pode faturar US$5 bilhões por ano com unificação de sua gravadora e editora.

Sony anunciou a integração entre a Sony Music e a editora Sony/ATV.

A Sony Corp anunciou ontem (17), que suas unidades de gravação e publicação serão unificadas.

A consolidação entrará em vigor no dia 1º de agosto. Foram duas décadas em que as gravadoras (Sony Music) e editoras (Sony/ATV) da Sony operaram com separação estrita. Apenas a Sony Music Entertainment Japan, não entrará na mudança.

Segundo o Music Business Worldwide, as duas empresas continuarão a operar de forma  independente.  Entretanto, Jon Platt, líder da Sony/ATV, deverá se reportar a Rob Stringer, CEO da Sony Music. A mudança faz todo o sentido e alinha a estrutura organizacional da Sony Music com as grandes gravadoras.

O Presidente e CEO da Sony Corporation, Kenichiro Yoshida, emitiu um comunicado para todos os funcionários hoje:

“O objetivo deste novo grupo é fortalecer e solidificar ainda mais a posição da Sony como líder na indústria da música e criar um novo valor para a empresa”, afirmou Yoshida. “Esta unificação nos ajudará a promover um nível mais alto de colaboração entre nossos negócios de música gravada e publicação de música, respeitando e mantendo a independência e a cultura única de cada organização.”, continuou.

A medida segue uma série de aquisições e fusões da empresa. No ano passado, a Sony assumiu a propriedade total da EMI Music Publishing por US$4,75 bilhões. A aquisição incluiu a Mubadala Investment Company e a propriedade do catálogo de Michael Jackson.

O MBW prevê que a reestruturação gere mais de US$5 bilhões por ano para a Sony, beneficiando uma “abordagem persuasiva” e “conjunta” no mercado global.

 [Foto: Beyoncé, que assinou acordos com Jon Platt (publicação) e Rob Stringer (discos) no passado.]

Acompanhe o nosso blog também pelo Instagram! Siga nossa página @mct.mus

Leia na origem

Sony/ATV lidera o ranking das editoras com maior participação de mercado

Matéria de Billboard

A Billboard anunciou o ranking de participação de mercado das editoras de música para o quarto trimestre de 2018. Sony/ATV, conquistou a maior fatia de participação com 56 músicas entre as 100 melhores nas rádios, incluindo “Girls Like You”da banda Maroon 5.

A Billboard divulgou o ranking trimestral de participação de mercado das editoras de música.

Em primeiro lugar ficou a Sony/ATV Music Publishing, mantendo sua  liderança pelo quinto trimestre consecutivo. No quarto trimestre de 2018, a empresa registrou um mercado de 21,2% de participação – share. A editora se destacou por ter 56 músicas entre as 100 melhores nas rádios, incluindo o Maroon 5, na segunda posição com “Girls Like You”.

Terminando o trimestre com 18,93% de participação de mercado das editoras de música, a Universal Music Publishing Group ficou em segundo lugar. 52 de suas principais músicas estiveram no top 100 das rádios, entre elas o primeiro lugar com “Happier” de Marshmello e Bastille.

Com 38 musicas das 100 melhores, a Kobalt ficou na terceira posição. Enquanto isso,  a Warner/Chappell ficou em quarto lugar, sua participação de mercado subiu para 16,81%, de 14,51%.

A BMG conseguiu o quinto lugar. No quarto trimestre, a companhia tinha 24 músicas no top 100. A Billboard destacou o compositor Louis Bell, com seis colaborações no top 100, entre eles “Youngblood” do 5 Seconds of Summer e “Better Now” de Post Malone.

Imagem: Billboard

Leia na origem

REGULADORES DA UE DECIDEM ATÉ 26/10 SOBRE A OFERTA DE US$2,3BI DA SONY PELA EMI

Com oposição do Impala, a Sony anunciou que receberá em breve uma posição da Comissão Europeia sobre a proposta de aquisição da EMI.

A Comissão Europeia tem 25 dias para decidir se deve liberar a aquisição da EMI Music Publishing pela Sony. Se a venda ocorrer, a Sony passará a deter indiretamente cerca de 90% do capital da editora – com os 10% restantes pertencentes à Jackson Estate. Com o acordo, a EMI Music Publishing chegará a valer US$4,75 bilhões.

A proposta de aquisição da EMI tem gerado preocupações sobre seu impacto no mercado. A Sony já é proprietária da maior editora de música do mundo, a Sony/ATV, que controla mais de 2,3 milhões de direitos autorais. Enquanto isso, a EMI Music Publishing possui e administra mais de dois milhões de músicas.

Helen Smith, Presidente da diretoria do Conselho IMPALA, afirmou que a transação prejudicaria a concorrência e os consumidores em um mercado que já está excessivamente concentrado. Segundo Smith, a aquisição enfrentará forte oposição, principalmente da concorrência.

“O poder da Sony será uma preocupação especialmente nos países europeus, onde a UE já concluiu em 2012, que a Sony controlaria muito o repertório”, afirmou Smith.

De acordo com as declarações de Smith no portal Music Business Worldwide, a Comissão Europeia deve estar atenta com a concorrência e preços elevados, além das ações da Sony para aumentar a participação de mercado de distribuição digital.

“A única solução é bloquear o acordo agora”, declarou Smith explicando que a não autorização do acordo evitaria danos não só para os consumidores, mas para escritores, serviços de streaming, editores independentes, sociedades de gestão coletiva e empresas discográficas.

“Isso também vai contra os principais objetivos europeus em termos de diversidade cultural e de PMEs, além de reduzir a estratégia de mercado único digital da UE”, afirmou a Presidente.

Leia na origem

Paul McCartney faz acordo sobre direitos de músicas dos Beatles

Matéria de G1

“Paul McCartney fez um acordo confidencial para resolver uma ação civil contra a Sony/ATV Music, na qual reclamava os direitos autorais de músicas dos Beatles”.

Um acordo entre Paul McCartney e a Sony/ATV foi realizado na quinta-feira passada, encerrando o esforço preventivo do músico para garantir que os direitos autorais sejam dele a partir de outubro de 2018.

Não foi divulgado detalhes do acordo e Paul não comentou sobre o assunto. Ele abriu o processo em janeiro pedindo uma declaração que dissesse que ele pode reivindicar mais de 260 direitos autorais, incluindo de canções creditadas a ele e John Lennon, como “I want to hold your hand,” “Yesterday” e “Hey Jude”.

Leia na origem

SONY/ATV UPGRADES ROYALTY PORTAL, PLANS TO LAUNCH APP

A Sony/ATV Music Publishing atualizou seu portal de royalties, o SCORE e anuncia o lançamento de um app complementar em breve.

Entre as novidades no portal, que é voltado para fornecer informações sobre pagamentos de royalties, está o “acesso em tempo real” à conta corrente de royalties. Não será mais preciso esperar até o final de qualquer período de declaração para visualizar os dados.

Além disso, agora as informações da conta são constantemente atualizadas, permitindo que os compositores da Sony/ATV vejam seus ganhos mais recentes assim que a empresa os recebe, havendo uma análise de royalties por título de canção, fonte de renda, período de tempo e território.

Outros benefícios incluem uma visão geral das informações sobre os ganhos históricos, além de um “SCORECARD”, que oferece um resumo simples e atualizado da visão geral dos royalties de um escritor para períodos atuais e históricos.

O presidente e CEO da Sony/ATV, Martin Bandier, afirmou que a gravadora está orgulhosa em oferecer aos seus compositores e equipes maior transparência e um serviço com informações mais detalhadas. Ele aproveitou para anunciar que em breve será lançado o app “SCORE” para complementar e facilitar ainda mais a visualização dos históricos e royalties.

Leia na origem

©2020 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?