HEINEKEN E BLUE NOTE SE UNEM PARA CRIAR EXPERIÊNCIAS MEMORÁVEIS

Matéria de propmark

Colaboração entre as duas marcas vai gerar ações e conexões exclusivas para clientes.

A Heineken e o Blue Note anunciaram que agora são parceiros de negócios. Na última semana, as duas marcas revelaram que se uniram para criar experiências exclusivas e conteúdos para seus clientes.

De acordo com o Propmark.com, as duas empresas não contaram detalhes sobre como será a parceria. Entretanto, Luiz Calainho, o sócio do Blue Note São Paulo disse ao portal que o foco da parceria é conectar clientes com as duas marcas através de ações que ficarão em suas memórias:

“O nosso planejamento é oferecer diferentes ações colaborativas aos nossos clientes, para que eles tenham oportunidade de experimentar e estarem conectados às duas marcas em momentos memoráveis”, disse o empresário ao portal.

O diretor de experiências de marca e patrocínios do Grupo Heineken no Brasil, Guilherme Bailão também comentou a novidade:

“Vamos levar o DNA Heineken e desenvolver importantes projetos em conjunto com uma das mais relevantes casas de espetáculos do mundo”.

 

Foto: divulgação

Leia na origem

TEATRO PRUDENTIAL FAZ PARCERIA COM BLUE NOTE RIO E ANUNCIA RETORNO DE EVENTOS COM PÚBLICO

Matéria de O Globo

Teatro Prudential faz parceria com Blue Note Rio com atrações da cena instrumental confirmadas até o fim de 2021. Outros teatros também anunciaram datas com eventos abertos para o público, marcando a volta dos shows presenciais.

Alguns espaços para eventos no Rio de Janeiro já estão anunciando a retomada com a presença de público. Entre eles foi confirmado o Teatro Prudential, na Glória, que agora conta com a parceria da marca Blue Note Rio.

Conforme O Globo, o antigo Edifício Manchete projetado por Oscar Niemeyer, já possui vários shows marcados até o fim de 2021 em parceria com o Blue Note Rio, com ingressos a 80 reais. Para atender o novo público, o teatro se reestruturou e agora está em formato de arena, com plateias interna e externa e palco aberto para ambos os lados.

O palco também ganhou uma atualização e passa a ser retrátil para que espetáculos também sejam encenados para espectadores posicionados fora do recinto, no jardim idealizado pelo paisagista Burle Marx.

Além do Teatro Prudential, espaços como o Teatro XP Investimentos, no Leblon, e o Teatro Sesi Firjan, no Centro, também confirmaram reabertura com recebimento do público.

Leia na origem

Famoso clube de jazz de NY, o Blue Note abre filial no Conjunto Nacional

Matéria de VEJA SÃO PAULO

O Blue Note, famoso clube de jazz de NY, que já recebeu artistas consagrados como Sarah Vaughan, Ray Charles e The Modern Jazz, terá uma filial em São Paulo com investimento estimado em 3,2 milhões de reais.

Na semana passada o portal Veja São Paulo anunciou que o famoso clube de jazz de NY, o Blue Note abrirá uma filial no Conjunto Nacional.

Com investimento estimado em 3,2 milhões de reais, a abertura do Blue Note está prevista para dezembro deste ano e ocupará um salão de 800 metros quadrados. A abertura está prevista para o fim de dezembro. Sua estrutura será no mesmo padrão que o clube original com qualidade de som e ambiente em luz azul.

“A ideia é oferecer proximidade com o músico, como se o show fosse na sala de casa”, informou o portal.

O novo negócio terá como responsáveis o argentino radicado em São Paulo Facundo Guerra e o suíço criado no Rio de Janeiro Luiz Calainho. Ambos possuem vasta experiência no setor.

Guerra ajudou na revitalização da Rua Augusta e criou a balada Vegas, além de ser proprietário de outras boates como Lions e Yatch, os bares Riviera, Volt, PanAm e Z Carniceria e a casa de shows Cine Joia.

Calainho, já foi vice-presidente da Sony Music e atualmente possui uma produtora musical, uma feira de arte contemporânea e o Teatro Riachuelo. Calainho também foi o responsável por trazer o Blue Note para o Rio. Mesmo sofrendo com a crise financeira, o empresário afirmou que o problema está sendo resolvido.

O Blue Note surgiu em 1981, no bairro de Greenwich Village, nos EUA, recebendo artistas consagrados como Dizzy Gillespie, Sarah Vaughan, Ray Charles e The Modern Jazz. Hoje é uma referência no mundo todo com filiais na China, no Japão, Itália e Brasil.

Leia na origem

Clube de jazz Blue Note terá unidade no Rio em agosto

Matéria de Valor Econômico

O empresário Luiz Calainho trará o clube de jazz nova­iorquino Blue Note para o Rio de Janeiro.

“Será a sétima franquia do empreendimento no mundo e a primeira no hemisfério sul”. O Blue Note foi fundado em 1981 e hoje é uma das melhores casas de jazz do mundo.

“No Brasil, Calainho vai investir R$ 4,2 milhões pelo direito de uso da marca e obras na sede carioca, que funcionará onde era a casa de shows Miranda, na lagoa, zona sul da cidade. Também serão necessários desembolsos de 600 mil reais para o pagamento de artistas que se apresentarão no local”.

Leia na origem

©2024 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?