Matéria de Projeto Draft

Head de Audio Digital da Globo fala como empresa está usando podcasts para aumentar audiência. Empresa já conta com 100 títulos próprios e criados por parceiros em seu portfólio.

Nesta semana o Projeto Draft publicou uma entrevista com o Guilherme Figueiredo, head de áudio digital do Grupo Globo para contar porque a emissora está cada vez mais investindo em podcasts e usando o formato para ampliar sua audiência.

No ano passado a Globo fez um estudo que identificou o consumo de podcasts por 57% dos entrevistados durante a pandemia. Além disso, a pesquisa indicou que dos quase 100 milhões de brasileiros que consomem alguma forma de áudio digital, 28 milhões já declaram ouvir podcasts.

A partir do levantamento, a empresa decidiu reforçar as estratégias no formato e ampliar os investimentos. Agora a Globo conta com 100 títulos em seu portfólio, entre eles produções próprias e parcerias com podcasts já conhecidos. A ideia é fechar o ano com 120 produções.

Apesar de não revelar o quanto foi investido no formato até agora, Guilherme falou que a empresa triplicou a receita e já investiu milhões em podcasts.

“Temos produções de 200 mil reais e também parcerias em que todo mundo está no risco e estamos investindo muito pouco. É um modelo que cabe tudo isso”, contou ao portal.

O otimismo da empresa neste produto é baseado no consumo norte-americano e em outros mercados mais maduros. Guilherme contou que este foi o primeiro ano em que o áudio digital ultrapassou o consumo de áudio terrestre. Além disso, o bom desempenho vem das mudanças de hábitos no cotidiano dos ouvintes:

“Tem também o consumidor, que está fazendo essa migração de modelos de consumo lineares e mais tradicionais para modelos mais on demand e digitais. As pessoas estão buscando produtividade. Ninguém mais fica em uma fila sem pegar o celular, sem estar ouvindo ou vendo alguma coisa”, contou.

“Para o consumidor moderno, esse formato de áudio, especificamente podcast, cabe muito bem. São aqueles 20 minutos em que a pessoa vai dar play em um episódio, aprender sobre alguma coisa, ganhar conhecimento das notícias do dia, rir com a pessoa que está ali falando”, complementou Guilherme.

Sobre o futuro, o executivo disse que a empresa já está olhando para outras tecnologias como os assistentes de voz, carros conectados e TVs conectadas.

“Hoje, na sua Alexa você pode pedir pra ouvir as notícias do G1, notícias do esporte do GE. Cerca de 100 mil pessoas já acessam as nossas notícias todo mês por esses canais”, informou.

“Estamos discutindo que outros produtos podemos levar para essas caixinhas. Tudo que é áudio a gente está olhando”, finalizou o executivo.

 

Foto: ‘Para Tudo’, podcast de Lorelay Fox, está no catálogo do Globoplay – Divulgação

Tags:

Leia na origem

©2021 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?