Matéria de G1

Usuários foram reclamar no Twitter após se depararem com artistas dos quais não ouviram em suas retrospectivas do Spotify. As duplas Diego e Arnaldo e João Neto e Frederico foram os artistas em que mais apareceram aleatoriamente nas listas.

Na quinta-feira (5) o usuários do Spotify puderam visualizar sua retrospectiva com as músicas mais ouvidas através do Spotify Wrapped. Entretanto, muitos usuários ficaram surpresos ao se depararem com artistas dos quais nunca ouviram falar em suas listas.

De acordo com o G1, vários internautas relataram no Twitter que não ouviram nomes como Diego e Arnaldo, Luan Santana, João Neto e Frederico e Gusttavo Lima, mas que eles estavam presentes em suas retrospectivas.

“Gente, deu um ‘bug’ nas minhas estatísticas do Spotify… Simplesmente jamais ouvi a música q consta na sexta posição. Será que mais alguém passou por isso?”, disse a usuária Natália de Moura no twitter.

Segundo o portal, as maiores reclamações nas postagens eram de erros que poderiam estar relacionados a “bugs” na contagem da plataforma, invasões de hacker em suas contas e números de artistas inflados.

A quantidade de plays de um artista em serviços de streaming pode indicar o tamanho de seu sucesso, por isso há vários rumores sobre compras de números nas plataformas. Entretanto, ter uma conta no serviço hackeada é pouco provável.

O especialista em segurança digital Altieres Rohr tentou solucionar algumas dessas questões e afirmou que nunca viu “‘phishing’ de Spotify”, “- um golpe em que se joga uma isca (geralmente um e-mail fraudulento) para invadir uma conta de serviço digital”, explicou o portal.

“Em tese, não parece impossível que uma conta seja hackeada pra dar play em certas músicas”, afirmou Altieres ao portal. “E claro, pode ter algum bug no Spotify que permita atribuir plays a outros usuários.”

“Tem a possibilidade de ‘credential stuffing’, que é quando usam uma senha vazada de outro serviço. Se a pessoa usou a senha no Spotify em outro lugar e rolou um vazamento, podem entrar na conta.”, continuou.

Altieries também sugeriu que a invasão poderia acontecer ao vincular a conta do Spotify ao Facebook: “Existe bastante ‘phishing’ de Facebook. Então se você perder o Facebook, perde tudo atrelado a ele”.

A assessoria de Diego e Arnaldo, uma das duplas mais citadas nas reclamações, negou a compra de plays no Spotify: “O sucesso da dupla se dá como resultado de um trabalho de divulgação feito por sua equipe ao longo dos anos.” O Spotify não se pronunciou sobre as reclamações.

Foto: Twitter/@arianalopes320

Tags:

Leia na origem

©2020 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?