Governo japonês está analisando regulamentar a prática de cosplay para repassar direitos às empresas e criadores de personagens.

Recentemente, o jornal japonês The Nikkan Sports publicou uma notícia sobre o interesse do governo do Japão taxar cosplayers sob a lei de direito autoral.

Isso porque no país, diversos cosplayers ganham dinheiro, se tornam influencers e cobram cachês para participar de eventos vestidos de personagens de animes. Assim, o governo está considerando regulamentar a atividade para que um repasse seja feito às empresas que são proprietárias das personagens.

Segundo o LegiãodeHeróis.com, a taxação seria aplicada apenas para quem ganha dinheiro fazendo cosplay, e até o momento o governo japonês está analisando o caso e estudando se a prática pode violar a lei de direitos autorais pela reprodução de conteúdo, ou se é cabível na lei de direitos de adaptação, algo que já é discutido há algum tempo entre o universo dos cosplayers.

O líder do “Partido de Proteção à Liberdade de Expressão”, Tarō Yamada, afirmou que está estudando uma maneira de manter as leis de direitos autorais japonesas de acordo com a ‘era do conteúdo gerado por usuários’, sendo possível chegar a uma decisão que possa beneficiar justamente os detentores dos direitos dos animes, bem como os cosplayers.

 

Imagem: A cosplayer Enako, em conversa o ministro Nobuharu Inoue.

Tags:

Leia na origem

©2021 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?