Matéria de Forbes Brasil

Grupo responsável pelo Rock in Rio e o Rio Montreux Jazz Festival passou por rebranding durante a pandemia, e quer voltar a fazer eventos memoráveis no Brasil.

Nesta semana, o grupo Dreamers, responsável por realizar o Rock in Rio, falou sobre rebranding da empresa, que pretende lançar eventos históricos após a pandemia.

De acordo com o presidente executivo Rofoldo Medida, o antigo grupo Artplan, passou por um rebranding durante a pandemia, e agora se chama Dreamers.

“O nome gerava ruído até para os próprios clientes e precisávamos de uma identidade de conglomerado. Começamos como um grupo de empresas bacanas, com metas e desafios individuais, e agora nos reconhecemos como um time, com pessoas em empresas diferentes, mas num mesmo ecossistema”, explicou Rodolfo Medina, presidente executivo do Dreamers, à Forbes.

Internamente, o grupo formado por 16 empresas, também precisou se ajustar neste período de isolamento. Com queda no faturamento por conta da restrição de eventos com aglomeração de pessoas, o Dreams viu seu faturamento cair em 30%, e seus 700 colaboradores precisaram realizar suas tarefas em casa. Mesmo assim, a empresa segue confiante com a aceleração das vacinas e promete entregar shows históricos ao público:

“Temos a obrigação de fazer o festival de forma única, com toda a segurança e cuidados necessários, para uma grande experiência depois de vivermos um período tão duro”, contou Medina.

Além do Rock in Rio, o grupo também tem em seu portfólio grandes eventos como a Maratona do Rio, o Carnaval de Rua do Rio, o Rio Montreux Jazz Festival e a GameXP.

Tags:

Leia na origem

©2021 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?