Matéria de @nytimes

Matéria do NY Times explica porque negócios, entretenimento, notícias, ativismo e conexão social nunca mais serão os mesmos, após o grande destaque do TikTok durante o ano de 2020.

O New York Times publicou uma matéria sobre o Tiktok, especificando como o aplicativo se tornou tão popular, principalmente em 2020, ano marcado pelo início da pandemia do coronavírus.

Apesar de ter chegado nos Estados Unidos apenas em 2018, foi em abril de 2020, auge da primeira alta de casos na pandemia, em que o TikTok alcançou a marca de 2 bilhões  de downloads, e desde então vem cada vez conquistado jovens e adultos do mundo todo. Mas o que contribuiu para que o app se tornasse tão famoso no ano passado? O NY Times mencionou alguns motivos bem interessantes:

 

Virou o entretenimento de ponta-cabeça:

A indústria do entretenimento foi a mais impactada pela ascensão do TikTok. Isso porque seus recursos favorecem o surgimento de novas pessoas influentes. Só para ter uma noção, no “Para Você”, um feed é programado por algoritmos para recomendar conteúdo de acordo com o gosto do usuário, sem precisar estar seguindo o criador de conteúdo.

O aplicativo também revigorou a indústria musical e se tornou um lugar para descobrir talentos, divulgar e produzir novas músicas de forma colaborativa. Foram várias as canções que se tornaram virais na plataforma, como “Dreams” de Fleetwood Mac que voltou aos holofotes graças a um vídeo compartilhado por um influencer (foto) da plataforma.

 

Moldou o comportamento de compra

Assim como o entretenimento, a moda e varejo foram impactados positivamente pelo aplicativo, uma vez que ao longo de 2020 vários TikTokers apareceram em campanhas para grandes marcas como Louis Vuitton e Prada.

Enquanto várias cidades entraram em lockdown, o comércio do mundo todo viu o TikTok como uma nova vitrine e aproximação de clientes. Durante a pandemia, grande marcas e pequenos empreendedores correram para o TikTok para promover vídeos de seus produtos e aumentar os pedidos online.

 

Ofereceu uma visão das linhas de frente

O TikTok também desempenhou um papel fundamental na saúde pública mundial. Enfermeiros, médicos e outros profissionais de saúde da linha de frente usaram o aplicativo para falar sobre os riscos de contrair Covid-19, explicar a importância do uso de máscara e quebrar a desinformação sobre vacinas.

Pacientes com coronavírus e também outras doenças, compartilharam vídeos sobre suas jornadas e experiências enquanto estavam hospitalizados, e puderam se conectar com o mundo exterior.

 

Ajudou as pessoas a se organizar e se manifestar

À medida que o movimento Black Lives Matter ganhou apoio de todos, o TikTok se tornou um espaço onde jovens ativistas podiam falar sobre a brutalidade policial, o que significa ser um aliado para a reforma da justiça criminal, bem como a própria relação do aplicativo com os criadores negros.

 

Ajudou as pessoas a permanecerem conectadas

Com escolas fechadas, professores e alunos se conectaram no TikTok. Os alunos puderam participar de aulas transmitidas ao vivo, ajudando uns aos outros compartilhando tarefas e hacks de aprendizagem online. Em junho, o TikTok lançou uma iniciativa e disse que trabalhará em parceria com centenas de especialistas e instituições para produzir conteúdo educacional na plataforma.

 

Foto: Mega/Getty Images

Tags:

Leia na origem

©2021 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?