CONSUMO DE NOTÍCIAS NO TIKTOK TEM AUMENTADO ENTRE OS JOVENS NOS EUA

Pesquisa mostra aumento da procura dos jovens por conteúdos informativos no TikTok. Cerca de um quarto dos americanos dizem usar o app para se informar.  

Em 2022, o TikTok registrou altos ganhos, se tornando ainda mais popular, principalmente entre os adolescentes. Para além dos vídeos de dancinhas e memes, o TikTok também tem ganhado destaque como uma ótima opção de ferramenta de busca de informação, seja por notícias da atualidade, ou para busca de diferentes assuntos.

É o que diz uma nova pesquisa realizada pelo Pew Research Center, no qual identificou que cerca de um quarto dos americanos, de até trinta anos (26%), dizem usar o TikTok para se informar.

Em comparação à 2021 e 2020, a parcela de adultos americanos que afirmaram  usar o Tiktok como um buscador de notícias praticamente triplicou, passando de 3% em 2020 para 10% em 2022.

Apesar dos dados demonstrarem índices menores, pode-se perceber o aumento, a cada ano, pela busca por informações no TikTok, contrastando com o que está acontecendo com outros sites de mídia social, onde o consumo de notícias diminuiu ou permaneceu praticamente o mesmo nos últimos anos.

Ainda assim, a pesquisa considerou que os usuários do TikTok são menos propensos do que os usuários do Twitter ou Facebook, por exemplo, a receber notícias recomendadas pelo app.

 

 

Leia na origem

APPLE BUSCA ESPECIALISTAS PARA CRIAR UM NOVO MUNDO EM 3D

Matéria de O Globo

Apple está procurando especialistas para aprimorar seu óculos de realidade virtual. Produto deve custar até US$3.000,00.

Nos próximos anos a Apple deve realizar uma série de lançamentos voltados para a realidade mista, e que irão levar a empresa a uma nova era da computação. O que estaria faltando para isso tudo acontecer? Gente que sabe fazer!

Conforme noticiado pelo Globo, sabe-se que a Apple está investindo em um óculos de ponta, que inclui um chip M2 de nível Mac, mais de 10 câmeras colocadas dentro e fora do dispositivo, e monitores de alta resolução.

Este dispositivo está sendo finalizado, e entrará no mercado com dois possíveis nomes, “Reality Pro” ou “Reality One”, e terá um preço entre US$2.000 e US$3.000. Além disso, o dispositivo também receberá um novo sistema operacional chamado realityOS, com versões de realidade mista dos principais aplicativos da Apple, como Messages, FaceTime e Mapas.

Para fazer isso tudo acontecer, a empresa ainda precisa de mais especialistas, principalmente para o desenvolvimento de ambientes virtuais. É o que está bem evidente se olharmos as recentes ofertas de emprego da Apple.

A empresa está procurando novos especialistas, voltados principalmente para ajudar no desenvolvimento de um mundo de realidade mista 3D. Mas nada de metaverso por aqui, já que seu chefe de marketing já deixou bem claro que a Apple não vai adotar este termo: “uma palavra que nunca usarei”, disse o executivo em um evento.

E aí, quando será que vem aí?

Foto: David Paul Morris/Bloomberg

Leia na origem

EX-DIRETOR DA WARNER MUSIC ANUNCIA STARTUP DE ROYALTIES MUSICAIS

Matéria de @MusicAlly

Scott Cohen disse que pretende fazer sua startup crescer em grande escala, com ajuda de uma equipe apaixonada por música.

Scott Cohen, ex-executivo da WMG, está lançando uma startup de royalties de música. O empreendedor quer usar sua experiência e contatos para fazer o novo negócio dar certo, e em larga escala.

“Sei que algumas pessoas já tentaram, mas isso é algo diferente. Algo em escala. Acesso aos principais catálogos de música e artistas do mundo.”, disse Scott Cohen ao MusicAlly.

Em setembro, Cohen anunciou que estava deixando o cargo de Diretor de Inovação da Warner Music “para buscar novas aventuras das quais ouviremos falar em breve”. Agora, o executivo voltou em uma publicação em seu LinkedIn para avisar que está abrindo um novo negócio envolvendo propriedades de royalties musicais.

Sem dar detalhes, Cohen apenas disse que passou o mês passado “montando uma equipe de especialistas apaixonados, e fechando negócios exclusivos com os principais catálogos”. Ao olharmos pelo seu histórico como co-fundador da The Orchard e seu trabalho na própria Warner Music, com certeza já podemos dizer que vem coisa grande por aí. Estamos acompanhando!

Foto: reprodução

Leia na origem

META ANUNCIA DEMISSÃO EM MASSA DE 11 MIL FUNCIONÁRIOS

Matéria de G1

Mark Zuckerberg anunciou um corte de 11 mil funcionários. Instabilidade macroeconômica e aumento da concorrência influenciaram na decisão.

Mark Zuckerberg, presidente-executivo da Meta (empresa-mãe do Facebook, Instagram e Whatsapp) surpreendeu o mundo da tecnologia nesta quarta-feira (9), ao anunciar a demissão em massa de 11 mil colaboradores.

“Hoje, estou compartilhando algumas das mudanças mais difíceis que fizemos na história do Meta. Decidi reduzir o tamanho da nossa equipe em cerca de 13% e deixar mais de 11.000 de nossos talentosos funcionários irem. Também estamos tomando uma série de medidas adicionais para nos tornarmos uma empresa mais enxuta e eficiente, cortando gastos discricionários e estendendo nosso congelamento de contratações até o 1º trimestre”, disse Zuckerberg em um comunicado aos funcionários, assumindo a responsabilidade pela difícil decisão.

De acordo com o G1, o lucro da Meta caiu pela metade (52%) no último trimestre, ficando em US$4,4 bilhões, ao mesmo tempo em que o número de usuários apresentou estagnação, e redução da receita com publicidade. Entretanto, o aumento da concorrência e instabilidade macroeconômica pós-pandemia, foram os fatores em que mais influenciaram a decisão de Zuckerberg, como ele mesmo explicou:

“A desaceleração macroeconômica e o aumento da concorrência fizeram com que nossa receita fosse muito menor do que eu esperava”, disse Zuckerberg.

Apesar da demissão em massa, Zuckerberg continua defendendo junto aos acionistas sobre sua aposta em investir no Metaverso: “Olha, eu sei que muita gente pode discordar desse investimento. Mas, pelo que posso dizer, entendo que isso (o metaverso) vai ser uma coisa muito importante e acho que seria um erro não focarmos em nenhuma dessas áreas”, disse em uma conferência com acionistas.

 

Leia na origem

TIKTOK TURBINA INTEGRAÇÃO DE VÍDEOS EM PARCERIA COM O LINKTREE

Matéria de Tubefilter

Em evento exclusivo, o TikTok anunciou novos recursos, incluindo uma parceria com o Linktree para disponibilizar a visualização de vídeos no perfil do criador, em diferentes aplicativos.

No dia 13 de outubro rolou nos Estados Unidos o TikTok World, um evento exclusivo do TikTok  para revelar as novidades que serão lançadas no aplicativo. Entre os lançamentos previstos, dois recursos se destacaram, como o Profile Kit, em parceria com o serviço de link in bio Linktree, e o Focused View, voltado para anunciantes.

De acordo com o TubeFilter.com, em resposta a seus concorrentes como YouTube e Instagram, que estão tentando incentivar conteúdo original em vez de republicações originadas no TikTok, o aplicativo está lançando o ‘Profile Kit’, em parceria com o Linktree, para que seus usuários exibam até seis vídeos na bio em um site externo.

O recurso foi projetado para ser usado nas páginas iniciais do criador, que normalmente são acessadas por meio de URLs alimentados por serviços de link na bio.

Outro lançamento do TikTok, é o ‘Focused View’, uma modalidade para anunciantes, com a proposta de facilitar a chegada do conteúdo de marca até os consumidores que são realmente engajados. Para isso, as marcas que anunciarem no app pagarão apenas quando os usuários assistirem voluntariamente a um anúncio, por pelo menos 6 segundos, ou quando interagirem com o anúncio nos primeiros 6 segundos.

Recentemente, o TikTok tem divulgado grandes resultados para seus anunciantes. Durante o TikTok World, a empresa observou que os vídeos marcados com a hashtag #TikTokMadeMeBuyIt (ou #TikTokmefezcomprarisso, em livre tradução) agora têm mais de 25 bilhões de visualizações.

 

Foto: TikTok – divulgação

Leia na origem

PARCERIA ENTRE UFC E META LEVA REALIDADE VIRUTAL AOS FÃS DE MMA

Matéria de UOLEsporte @UOL

UFC transmite luta de MMA em realidade virtual após parceria com empresa de Mark Zuckerberg.

REALIDADE VIRTUAL. Na última semana, fãs de UFC puderam assistir a uma luta de MMA ao vivo em realidade virtual. O evento foi o resultado de uma parceria entre o UFC e a Meta, empresa mãe do Facebook.

Conforme explicou o Uol, o acordo entre UFC e Meta, incluiu a exibição de eventos, ao vivo e sob demanda, do ‘Fight Pass’ (uma plataforma de streaming do Ultimate) em realidade virtual. Para assistir as lutas, os fãs devem acessar o aplicativo ‘Horizon Worlds’, que funciona em dispositivos da ‘Oculus’, outra empresa do conglomerado da ‘Meta Platforms’.

O LFA 144 foi o primeiro evento desta parceria, que aconteceu na sexta-feira (14), em Sioux Falls (EUA). Além da transmissão pelo UFC Fight Pass, usuários do Horizon Worlds puderam ter uma visão panorâmica de 180 graus da luta em realidade virtual.

O vídeo publicado por um fã no Twitter mostrou um pouco de como foi a experiência de assistir virtualmente a disputa pelo cinturão entre Muin Gafurov e Diego Silva.

“Nós estamos empolgados para oferecer um nível de engajamento sem precedentes para os assinantes do Fight Pass e fãs do MMA em todo o mundo, ao produzir um evento de MMA ao vivo em realidade virtual. Com a Meta fornecendo a plataforma de RV (realidade virtual) e a YBVR emprestando sua expertise de produção, nós estamos confiantes que essa vai ser uma grande experiência para os fãs de lutas”, disse Crowley Sullivan, vice-presidente e diretor geral do Fight Pass, através do comunicado à imprensa, de acordo com o site ‘MMA Junkie’.

Leia na origem

NETFLIX SE RECUPERA E ACRESCENTA 2,4 MILHÕES DE NOVOS CLIENTES NO MUNDO

Matéria de VEJA

A Netflix provou que conseguiu se recuperar após a perda de mais de 1 milhão de clientes no último trimestre.

A Netflix conseguiu se recuperar da grande perda de assinantes no 1º semestre, ao anunciar que acrescentou 2,4 milhões de novos clientes no mundo todo no ultimo trimestre.

De acordo com a Veja, o serviço de streaming de vídeo reportou aos acionistas que apresentou crescimento de assinantes em todas as regiões do mundo, e espera fechar o ano com 4,5 milhões de assinantes.

O aumento do número de assinantes impactou no crescimento da receita em 5,9%, para 7,93 bilhões de dólares, superando as projeções dos analistas. Além disso, o número de clientes pagantes aumentou para 223,1 milhões.

A notícia, claro, deixou o mercado financeiro animado, e as ações da Netflix subiram 13% antes da abertura das bolsas de Nova York na quarta-feira, 19.

Desde que a perda de 1,2 milhão de assinantes foi anunciada no último trimestre, o streaming tem apostado no lançamento de grandes séries de sucesso, como os novos episódios de “Stranger Things”, a série coreana “Uma Advogada Extraordinária” e o mais recente “Dahmer: Um Canibal Americano”.

Como parte da estratégia de crescimento, a Netflix deverá lançar no próximo mês uma nova versão de seu serviço, com suporte para publicidade, e passará a cobrar pelo compartilhamento de senhas no próximo ano.

“Se há uma narrativa unificadora para a Netflix no terceiro trimestre, é que o pior aparece ter ficado para trás”, diz o Wells Fargo em nota aos clientes.

Leia na origem

DIARIMENTE 100.000 MÚSICAS SÃO ADICIONADAS NOS SERVIÇOS DE STREAMING

[Streaming] A notícia foi dada pelos CEOs das maiores gravadoras do mundo durante uma conferência de mercado da música em Cingapura.

Todos os dias 100.000 músicas são adicionadas nos serviços de streaming. É o que os CEOs das maiores gravadoras do mundo, Sir Lucian Grainge (Universal Music Group) e Steve Cooper (Warner Music) disseram.

Conforme o Music Business Worldwide,  no dia 27 de setembro, os CEOs afirmaram durante a conferência Music Matters em Cingapura, que 100.000 faixas estão sendo “adicionadas às plataformas de música todos os dias”. Mas isso não quer dizer que mais músicas estão chegando aos ouvidos dos fãs desses artistas.

Para Grainge, presidente e CEO da maior gravadora do mundo, a Universal Music, esse vasto volume de música, além do conteúdo das redes sociais, está tornando cada vez mais difícil para os artistas alcançar um público substancial online, e claro, a gravadora tem um papel fundamental neste momento, pela sua capacidade de comercializar, promover e desenvolver artistas.

Cooper, CEO da Warner Music, considerada a terceira maior gravadora do mundo, disse na conferência que a Warner já está se preparando para as oportunidades que também surgirão, com o avanço de novas tecnologias e a chegada da Web 3.0, para ajudar artistas a chegarem mais perto de seus fãs:

“A maioria dos criadores não tem o capital, níveis de habilidade [ou] experiência para fazer tudo isso ter sucesso. A Warner está olhando para a Web3 como uma tremenda oportunidade, para afirmar ainda mais seu papel em ajudar os artistas a serem notados”, disse Cooper.

Vale notar que a notícia do volume de músicas nos serviços de streaming chegou logo após a Apple Music confirmar que atualmente, sua plataforma conta com um catálogo de 100 milhões de faixas no mundo todo.

“Todos os dias, mais de 20.000 cantores e compositores estão entregando novas músicas para a Apple Music – músicas que tornam nosso catálogo ainda melhor do que no dia anterior.”, disse a chefe editorial global da Apple, Rachel Newman.

 

 

 

Leia na origem

Brasil avança, mas fica em 54º lugar no Índice Global de Inovação

Suíça, Estados Unidos e Suécia são os países mais bem avaliados no Índice Global de Inovação em 2022..

A Organização Mundial da Propriedade Intelectual (WIPO, sigla em inglês) lançou seu Índice Global de Inovação (GII), para avaliar quais países mais investem em inovação globalmente.

O Brasil melhorou doze posições no índice em comparação com 2020. Os números de 2022, divulgados na última quinta-feira (29), mostraram que o país passou da 66ª para a 54ª colocação no ranking que abrange 131 países. Enquanto isso, na primeira posição se destacou a Suíça como o país que mais investiu em inovação, seguido dos Estados Unidos e em terceiro lugar a Suécia.

Ao avaliar por região, na América Latina, o Chile ficou na primeira posição dos países mais inovadores, seguido do Brasil, e em terceiro lugar o México.
De acordo com o relatório, em um setor marcado pela pandemia do coronavírus, os investimentos em inovação continuaram fortes. Apesar da crise, o número de negócios inovadores aumentou quase 50% no ano passado.

Pedidos de patentes internacionais, despesas de P&D, publicações científicas e outras métricas de inovação também mostraram crescimento contínuo. Por outro lado, mesmo com o recuo da pandemia, as incertezas continuam altas, com o aumento da cadeia de suprimentos, energia, comércio e tensões geopolíticas.

Leia na origem

Netflix anuncia lançamento de seu próprio estúdio de games

Matéria de O Globo

Netflix já lançou mais de 30 jogos, mas espera ampliar seu catálogo para 50 até o fim de 2022.

Tecnologia. A Netflix anunciou que está lançando o seu primeiro estúdio para criação de games baseados em seus filmes e séries.

Com base em Helsinque, na Finlândia, o novo estúdio será comandando por Marko Lastikka, nome conhecido no mercado por estar por trás de grandes jogos como o FarmVille 3.

Conforme explicou O Globo, a ideia do serviço de streaming é ser menos dependente de criadores terceiros e expandir suas ofertas de jogos. Atualmente, a Netflix possui investimentos em quatro estúdios, e já lançou mais de 30 jogos. A meta é ampliar este catálogo para 50 até o fim de 2022.

– Este é mais um passo em nossa visão de construir um estúdio de jogos de nível mundial que trará uma variedade de jogos originais deliciosos e profundamente envolventes – sem anúncios e sem compras no aplicativo – para nossas centenas de milhões de membros em todo o mundo – disse Amir Rahimi, vice-presidente de estúdios de jogos da Netflix.

Rahimi, complementou que os trabalhos no estúdio ainda não começaram, mas vem muita novidade por aí:

“Ainda é cedo e temos muito mais trabalho a fazer para oferecer uma ótima experiência de jogos na Netflix” – disse Rahimi. – “Esses quatro estúdios, cada um com diferentes pontos fortes e áreas de foco, desenvolverão jogos que atenderão aos diversos gostos de nossos membros”, concluiu.

 

Foto: Jogo da série  Stranger Things, da Netflix – divulgação

Leia na origem

©2023 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?