Baco Exu do Blues ganha GP de Entertainment for Music

Matéria de B9

Concorrendo com Jay-Z, Baco Exu do Blues conquista o Grand Prix na categoria Entertainment for Music.

O rapper brasileiro Baco Exu do Blues conquistou o Grand Prix na categoria Entertainment for Music, do Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions, maior prêmio do mercado publicitário mundial.

De acordo com o portal B9, neste ano a categoria teve dois ganhadores. Além de Baco Exu, o rapper Childish Gambino e seu polêmico videoclipe “This is America” também levou o GP. Na disputa pelo prêmio estavam nomes como LCD Soundsystem e The Carters (Beyoncé e Jay-z)

Segundo o portal, o clipe foi realizado pela plataforma Coala.lab e dirigido por Douglas Bernardt. É  primeira vez em que o Brasil conquista o GP na categoria.

Foto: Divulgação

Leia na origem

Um cantor de 81 anos está acusando Jay-Z por violação de direitos autorais

Matéria de HYPEBEAST

O cantor, que já é um senhor de 81 anos, só ficou sabendo agora que Jay-Z e Timbaland samplearam, há 21 anos, sua canção de 1970.

Um senhor de 81 anos está processando o rapper Jay-Z em US$2 milhões por violação de direitos autorais em uma canção de 21 anos.

De acordo com o portal Hypebeast, o cantor Ernie Hines afirma que Jay-Z usou a mesma seção rítmica de sua canção “Help Me Put Out The Flames (In My Heart)”, lançado em 1970, na faixa “Chase” (Vol. 2 Hard Knock Life). Além do rapper, o cantor de R&B, Ginuwine, também está sendo acusado de plágio na canção “Toe 2 Toe” (100% Ginuwine).

O advogado do cantor alega que Hines só ficou sabendo agora que sua música foi sampleada, pois não acompanha o cenário do hip-hop. Além disso, nenhum dos acusados (Jay-Z, Roc-A-Fella Records, Sony Music e Timbaland) solicitou autorização para usar a canção como sample na época em que foram lançadas, entre 98-2001.

Foto: KEVIN MAZUR/WIREIMAGE

Leia na origem

Streaming de Jay-Z é investigado por fraudar números de audiência

Suspeita: Autoridades vão investigar se realmente houve manipulação da audiência de artistas como, Beyoncé e Kanye West, no serviço de streaming Tidal.

No ano passado o serviço de streaming Tidal foi acusado por um jornal de manipular os números da audiência de alguns artistas como Beyoncé e Kanye West. Nesta segunda-feira, o caso ganhou mais uma atualização com uma investigação oficial de autoridades na Noruega.

De acordo com a notícia do Época Negócios, as autoridades abriram uma investigação para “confirmar ou rejeitar a suspeita de manipulação”, ou seja, saber se realmente houve fraude nos números. Caso seja comprovado, a situação pode ficar bem feia para o serviço de streaming do rapper Jay-Z.

Além da denúncia feita pelo jornal norueguês Dagens Naeringsliv (DN), várias gravadoras e artistas também denunciaram a plataforma alegando que foram prejudicadas por não receberem parcelas justas de receitas por assinaturas.

Em defesa, a plataforma afirmou que entrou em contato com a polícia e “não está sob suspeita neste caso”.

Leia na origem

Novo álbum de Jay-Z impulsa Tidal, seu serviço de streaming de música

Matéria de G1

Com lançamento de novo álbum, Jay-Z transformou o Tidal no app mais baixado nos EUA.

Com o lançamento do álbum “4:44”, Jay-Z transformou a plataforma no aplicativo com mais downloads para iPhones nos Estados Unidos na sexta-feira e no sábado, subindo 163 posições desde quinta-feira.

“O “4:44” é o primeiro álbum que o rapper lança em quatro anos, período em que se dedicou a consolidar seu império musical. A indústria o acolheu favoravelmente e as redes ferveram com suas letras, mais pessoais que o normal”.

O álbum foi publicado com exclusivamente no Tidal, e não se sabe se estará disponível em outras plataformas futuramente.

Leia na origem

‘Nightmare Boss’ Jay Z Fires Tidal’s Third CEO In 2 Years…

Matéria de Digital Music News

Tidal afirma saída de mais um CEO enquanto números de assinantes continuam a cair.

Enquanto os concorrentes tem mostrado crescimento quanto ao número de assinantes, o Tidal continua em baixa. Agora, uma queda inesperada pode enfatizar a fraca posição da empresa no mercado de streaming.

Em uma declaração para a Billboard, a empresa confirmou a saída de mais um CEO, Jeff Toig. O streamer disse: “Como parte da expansão deste ano, estaremos anunciando um novo CEO nas próximas semanas. Nós desejamos [Toig] tudo de melhor”.

O Tidal não revelou o motivo da partida de Toig, que marca o terceiro CEO despedido pela companhia em apenas dois anos. Sua saída abrupta deixa a empresa em uma situação precária.

Leia na origem

BEYONCE AND JAY Z NET WORTH: THE CARTERS BECOME HIP-HOP’S FIRST BILLIONAIRE COUPLE

Matéria de The Inquisitr

Notícia mostra o poder do casal Beyonce e Jay Z. Se reunido, seu patrimônio passará para mais de US$1 bilhão. De onde vem todo esse dinheiro?

Beyonce e Jay Z estão prestes a ser tornar primeiro casal do hip-hop a alcançar a um patrimônio de mais de 1 bilhão de dólares. Jay Z, tem a maior parte desse montante, mas Beyonce também tem grande parte nos ganhos.

Conforme relatado pela Forbes, o valor líquido combinado da dupla é de US$1,16 bilhões. A parte de Jay-Z é de US$810 milhões, enquanto a de Beyonce é US$350 milhões. Em termos financeiros, Jay está atrás apenas de Diddy (US$ 820 milhões) e acima de Dr. Dre, que possui US$740 milhões. A pergunta que fica é: Qual dos três chegará na casa dos bilhões primeiro? Se Jay-Z vender sua parte no Tidal, isso acontecerá mais rápido para ele.

Então, de onde vem a riqueza de Jay-Z? Dos royalties vindos da música, assim como da sua empresa de entretenimento Roc Nation. Ele também possui uma participação na marca de champanhe Armand de Brigand. Recentemente assinou um acordo de US$200 milhões com a Live Nation e tem grande parte do Tidal, que atualmente é avaliado em US$600 milhões (valor 10 vezes além do quanto foi comprado). Quando a Sprint comprou parte da plataforma por US$ 200 milhões, Jay passou Dr. Dre na lista dos cinco primeiros mais ricos do Hip-Hop e está apenas US$ 10 milhões atrás de Diddy.

A diva Beyonce Knowles ocupa a 46o posição na “Forbes America’s Richest Self-Made Women”. Seu patrimônio líquido é avaliado em 350 milhões de dólares e está atrás apenas de estrelas como Barbara Streisand, Celine Dion e Madonna (que possui US$580 milhões). O dinheiro de Beyonce não vem apenas das turnês e vendas de músicas, mas também de seu investimento no Tidal e sua empresa Parkwood Entertainment, que segundo a VH1 está envolvida em tudo, desde a produção de filmes, moda e gerenciamento de artistas.

Leia na origem

Discografia de Jay-Z retirada do Spotify

Matéria de Jornal blitz

Jay-Z retira seus álbuns do Spotify e Apple Music.

A discografia de Jay-Z foi retirada do Spotify. Não foram divulgados os motivos.  A plataforma de streaming confirmou que foi um pedido expresso do artista.

Apenas as colaborações com outros músicos podem ser ouvidas no Spotify e na Apple Music ainda há alguns álbuns, mas faltam os três volumes da série The Blueprint. Apenas o Tidal possui toda a discografia do rapper.

Leia na origem

Jay Z Is Starting a Venture Capital Fund For Startups

Matéria de Digital Music News

Depois de investir no Uber, o rapper Jay Z pretende criar um fundo de Capital de Risco para investir em Startups de tecnologia.

Jay Z pretende construir um fundo de capital de risco juntamente com o Presidente da Roc Nation, Jay Brown. Além disso, várias fontes disseram que eles estão a procura de mais um sócio para se unirem a Sherpa Capital.

Jay Brown e Jay Z, cujo nome real é Shawn Carter, vão se concentrar em oportunidades de tecnologia. Desde 2012, eles tem investido em Startups tecnológicas, como o Uber, em 300 milhões de dólares.

Um dos investimentos mais importantes de Jay-Z, no entanto, foi a JetSmarter, uma empresa de viagens privadas. Rotulada de o “Uber para jatos particulares”. Jay Z se juntou a membros da família real saudita para ajudar a Startup a levantar mais de US $ 105 milhões em financiamento no ano passado.

Leia na origem

©2019 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?