Major Labels Oppose “Moral Rights” That Guarantee Artists Recording Credits (A Right They Have In Most Other Countries)

Matéria de hypebot

Em revisão de leis e regulamentos sobre Direitos Autorais nos EUA, a RIAA desconsidera o Direito Moral.

Em uma revisão de leis e regulamentos de direitos autorais realizada pelo US Copyright Office, o Direito Moral foi bastante discutido, principalmente por ser considerado como “o direito de receber crédito por seu trabalho artístico”. Os EUA é um dos poucos países desenvolvidos a não garantir esse nível de reconhecimento.

A Recording Industry Association of America (Associação da Indústria de Gravação da América) –  RIAA, considerada “a organização de comércio que suporta e promove a vitalidade criativa e financeira das grandes empresas de música.” Declarou que esses esforços “não se estendem aos artistas que criam o conteúdo que impulsiona essa “vitalidade financeira””.

Para o RIAA, a organização já trabalha para garantir que os envolvidos em uma gravação ou em um vídeo recebam o crédito apropriado e um novo direito estatutário de “atribuição”, além de ser “desnecessário”, provavelmente teria consequências significativas.

Leia na origem

©2018 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?