O ano do feat: Por que há mais parcerias do que nunca entre as músicas mais ouvidas do Brasil?

Matéria de G1

2018 já é o ano das parcerias entre músicos. Até agora 32 estão no Top 100 das músicas mais tocadas nos rádios, sendo a maioria Sertanejo. Entenda por que os feats ganharam tanto destaque no mercado da música

Segundo o levantamento do portal G1, 2018 tem o número recorde de gravações com feat (parceria),  entre os músicos nas 100 mais tocadas. Entre os meses de janeiro e julho, foram 32 feats no topo das 100 mais tocadas nas rádios.

O número sobe nos serviços de streaming, entre 17 e 23 de agosto, o Spotify, que divulga dados semanais, informou que foram 41 parcerias entre as 100 músicas mais ouvidas.

Para Tatiana Cantinho, gerente de artístico e repertório da gravadora Som Livre, três fatores podem explicar o fenômeno: “A flexibilidade no calendário de lançamentos, gerada pelo enfraquecimento do CD”; “A necessidade de ampliar a visibilidade de um artista para além de seu gênero” e a “Diluição das “tribos” musicais, que antes ditavam a indústria”.

Sem dúvida, o streaming contribuiu para que as parcerias entre músicos aumentassem, afinal uma música com artistas de gêneros diferentes pode estar em várias playlists. “A mistura de funk e sertanejo, por exemplo, pode entrar em listas dedicadas aos dois estilos”, explicou o G1.

A cantora Anitta se juntou ao Silva na música “Fica tudo bem”: “Ela, com toda sua força midiática, popularizou a MPB de nicho do Silva”, exemplificou Tatiana.

Entretanto é preciso muito cuidado para usar o feat como tática, Eduardo Pepato, produtor musical sertanejo afirmou que há muito interesse comercial envolvido mediados por gravadoras ou empresários. Muitas vezes os cantores nunca se conheceram. Para o produtor esse tipo de parceria não dá certo, pois o aumento da frequência de negociações como essas gera desgaste sobre os cantores.

O ritmo que mais gera parcerias é o Sertanejo. De acordo com o G1, no top 100 das músicas mais ouvidas no país, 22 são do gênero: “O Sertanejo criou a força que tem hoje por causa das parcerias”, afirmou Pepato.

“Desde o início, o gênero sempre teve a cultura da roda de viola. A mistura de vozes está na sua essência.”, acrescentou o produtor.

Além disso, o ritmo foi o que mais aproveitou o formato para se tonar popular: “Dentro do mercado Sertanejo, artistas de um mesmo escritório acabam se unindo. E, muitas vezes, os artistas mais novos recebem ajuda dos maiores na divulgação”, diz Cantinho.

Agora quem segue a mesma linha é o Pagode. “Está se fortalecendo muito o consumo do gênero nas plataformas de streaming”, afirmou Cantinho. Pepato também já produziu parcerias entre a cantora Marília Mendonça com Péricles e Ferrugem e da dupla Henrique e Juliano com o grupo Sorriso Maroto.

Leia na origem

Em evento de gestão, Anitta dá lições para o seu negócio

Matéria de EXAME

Nos tempos atuais, é preciso mais do que saber cantar e compor para ser um artista de sucesso. Anitta sabe disso e tem dado um show com relação a sua carreira, se tornando uma inspiração para muitos artistas. Tanto que nessa semana foi convidada para um evento de negócios para falar de empreendedorismo e gestão de pessoas! Saiba o que a cantora compartilhou aos participantes do evento.

Estamos acompanhando tudo o que a cantora Anitta tem feito em sua carreira, afinal ela se tornou um fenômeno provando que é muito mais do que uma cantora de funk e mesmo tão nova conseguiu bastante experiência por tomar a frente de seus negócios. Desta vez, a cantora foi convidada para participar do Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (Conarh), em São Paulo, e contar um pouco sobre sua experiência como administradora de sua carreira e gestora de sua equipe.

Para uma sala com mais de duas mil pessoas, Anitta revelou que é a líder de sua equipe e toma decisões sobre tudo, desde a turnê de shows, negociação de cachês de propagandas a parcerias e orçamentos de projetos. A cantora também possui um negócio com seu irmão, a produtora artística Rodamoinho Produtora.

No evento, Anitta revelou que é importante para um empreendedor entender seus funcionários. Ela conta com uma equipe de 50 pessoas com perfil e ritmos diferentes de trabalho. “É bem mais fácil ser cantora do que gestora de pessoas. Fui aprender há pouco tempo a ter tato com as pessoas. Antes eu não conseguia enxergar que os outros não tinham a mesma cabeça que eu, que cada um tem uma particularidade, um contexto. Tem gente que entende e aprende rápido, mas têm pessoas que demoram mais. Hoje eu posso dizer que minha equipe é uma família.”, contou a cantora.

Diferente da maioria das empresas, a cantora disse que não define planos de carreira a seus funcionários: “Eu não mostro os passos que eles podem seguir porque assim consigo ver realmente o perfil de cada um, a disponibilidade e entrega de cada um. Também gosto de contratar e promover pessoas que tenham uma personalidade alinhada com o que eu preciso, ou seja, ser uma pessoa boa de jogo, fácil de se comunicar, destinada e determinada. Eu sou muito determinada e meus funcionários também precisam ser. Eu não dou perspectiva, mas falo que podem virar meu sócios se quiserem, só vai depender deles mesmo. E ofereço cursos também para eles se aperfeiçoarem sempre. Educação para mim é fundamental.”

A cantora também revelou pontos importantes que influenciaram seu sucesso. Para ela a criatividade sempre está ao seu lado para inovar principalmente no lançamento de suas músicas. Ela disse que sempre busca fazer planejamento, estar atenta às finanças e ao mercado. Além disso, a cantora afirmou que capacitação sempre é necessária, ela se aperfeiçoou em outras línguas para se comunicar melhor com seu novo mercado internacional.

Leia na origem

‘Favor analisar os gráficos’: Anitta pediu e G1 mostra evolução dela desde o início no funk carioca até ‘Medicina’

Matéria de G1

“Anitta é a artista brasileira mais ouvida no YouTube, mas não é a artista mais ouvida no YouTube no Brasil”: A pedido da cantora o portal G1 analisou sua evolução de números na rádio e internet, desde o início de sua carreira no funk até o hit ‘Medicina’.

Anitta explicou ao portal G1 que está tranquila com relação a sua carreira internacional. Os “picos de sucesso” e as “pequenas quedas” fazem parte da construção de sua carreira. Analisando dados de rádio e internet durante os sete anos de carreira da cantora, o G1 afirmou que:

“No primeiro semestre de 2018, a cantora quase dobrou sua audiência no YouTube em relação ao semestre anterior”;

“A fatia da presença internacional mais do que duplicou: no ano passado, 16% dos views eram de fora do país. Agora foram 41%”;

“Na análise histórica de hits no Brasil, há picos em “Show das poderosas”, “Zen” “Bang”, “Loka”, “Sim ou não” e “Paradinha”. Mas há disparidades entre rádios e YouTube”;

“Uma semana depois, “Medicina” segue forte no Brasil, e com menos presença no mercado hispânico que os singles mais fortes dela na região, “Downtown” e “Machika””.

Na análise o G1 revelou uma curiosidade:Anitta é brasileira mais ouvida no YouTube, entretanto não é a artista mais ouvida pelos brasileiros na plataforma. Isso acontece devido a sua expansão mundial, “ela tem um total de views maior que qualquer músico brasileiro, mas a audiência dela é dividida entre os países”, afirmou o G1.

No Brasil, os artistas nacionais mais vistos no YouTube atualmente é a cantora Marília Mendonça e a dupla Zé Neto & Cristiano.

Podemos dizer que Anitta ainda tem muita coisa pra mostrar e a tendência é que seus números ganhem cada vez mais destaques na internet, afinal a cantora está participando como jurada no “The Voice” no México (“La voz México”) e assim ficando mais conhecida internacionalmente. Tanto o G1 quantos nós do MCT estaremos atentos e acompanhando a carreira desta artista que é um grande case de sucesso na indústria da música brasileira.

Leia na origem

Advogados de Anitta conseguem na Justiça suspensão de bloqueio de R$ 2,8 milhões

Matéria de F5

O caso da empresária Kamilla Fialho contra a cantora Anitta teve mais um capítulo. O pedido de bloqueio de R$ 2,8 milhões da cantora foi suspenso.

A decisão provisória de suspender o bloqueio de R$2,8 milhões da cantora Anitta foi tomada pelo desembargador Adolpho Andrade Mello, da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.

A quantia é referente à diferença da multa contratual cobrada pela ex-empresária da cantora, Kamilla Fialho, pela quebra de contrato.

Segundo o portal F5, a suspensão da penhora terá de ser confirmada pela Câmara no julgamento do mérito do recurso. “De acordo com o desembargador relator, numa primeira análise, a decisão de primeira instância teria ocorrido antes do julgamento de um dos dois incidentes de suspeição em que a defesa da cantora questiona a parcialidade da juíza da Flávia de Almeida Viveiros de Castro. O primeiro deles foi rejeitado pela 9ª Câmara Cível no dia 22 de maio. O segundo está em fase de instrução processual”, publicou o portal.

Desde 2014 as partes brigam na justiça. Kamilla Fialho acusa Anitta de não pagar pela multa de rompimento de contrato. A cantora acusa sua ex-empresária de desviar R$2,48 milhões, mas nada foi comprovado.

Leia na origem

Anitta terá que pagar multa de R$ 2,8 mi a ex-empresária

Matéria de EXAME

O processo da empresária Kamilla Fialho contra a cantora Anitta ganhou uma nova atualização. Anitta teve o recurso negado e foi intimida a pagar R$2,8 milhões como multa.

Nesta terça-feira, 13, o recurso da cantora Anitta foi negado no processo em que sua ex-empresária, Kamilla Fialho, moveu contra ela. Anitta rompeu o contrato com a ex-empresária acusando-a de desviar R$ 2,5 milhões de seu patrimônio. “Kamilla respondeu processando-a”.

Agora Anitta deve pagar R$2,8 milhões como multa por rescisão contratual e danos morais e é exigido o bloqueio de seus bens e a apreensão de seu passaporte.

O processo ainda não foi concluído. Além disso, a quantia seria menos da metade do total que Kamilla pede para Anitta, algo em torno de R$ 14 milhões.

Leia na origem

Brazilian Pop Star Crosses Borders With the Help of Spotify and YouTube

Matéria de Bloomberg.com

O site Bloomberg publicou um artigo sobre a cantora Anitta. Eleita a “Mulher do Ano” em 2017 pela revista GQ, a cantora carioca usou o Spotify e o Youtube como aliados em sua estratégia para conquistar a carreira internacional.

Com o intuito de exportar sua música vinda das ruas do Rio de Janeiro para outras capitais ao redor do mundo, a estrela pop brasileira Anitta criou uma estratégia chamada de “Check Mate”. Em seis meses, a cantora parece estar prestes a seguir os passos de Shakira, Marc Anthony e outros cantores que fizeram sucesso nas fronteiras da América Latina.

“Cada passo da minha carreira, eu tenho um plano”, diz a cantora de 24 anos, que aprendeu inglês e espanhol para ajudá-la a sair do mercado brasileiro. Outro ponto importante para o sucesso de sua estratégia foi o lançamento de suas músicas em três idiomas diferentes para mostrar seu alcance.

Sandra Jimenez, chefe de música do YouTube na América Latina, disse que a estratégia está funcionando e que algumas estrelas brasileiras têm um seguimento no exterior, mas nenhuma faz o que a Anitta faz.

Quando a cantora decidiu que era hora de ir além, voou para Los Angeles para se encontrar com vários gerentes, entretanto, não conseguiu nenhum contrato. Até jantar com John Shahidi, um empresário do setor musical e videogames. Ele está ajudando Anitta a traçar sua estratégia global focando na oportunidade que o Spotify e YouTube proporcionam a músicos estrangeiros.

Anitta recebeu o último selo de aprovação quando foi convidada para participar das Olimpíadas em 2016 no Rio ao lado de Caetano Veloso e Gilberto Gil. Nesse momento, Anitta sabia que essa era mais uma maneira de “quebrar o molde” e disse que tudo foi um sucesso.

Leia na origem

Anitta fala da investida no mercado internacional: ‘Eu que faço acontecer

Matéria de O Globo

Atualmente, a cantora Anitta está em evidência, não apenas por sua música, mas pela gestão de sua própria carreira. Ao lançar seu novo single em espanhol, o clipe de “Paradinha”, em 24 horas, alcançou a marca de 5 milhões de visualizações, tornando-se, a maior faixa de estreia do YouTube brasileiro no ano.

A cantora Anitta tem se destacado no mercado da música, tanto nacional como internacional. Ela lançou uma música em espanhol que bateu recorde de visualizações no youtube e outra com a rapper australiana Iggy Azalea.

Mas Anitta também se destaca como empresária. Ela disse que nada teria acontecido se não fosse por ela mesma: “O que estou fazendo é tentar desenhar a melhor estratégia possível para deixar as decisões nas minhas mãos”. Confira o que a cantora, que virou até case de Marketing, tem feito para se destacar na música e ser uma artista internacional.

Leia na origem

Anitta ultrapassa Rihanna em ranking da Billboard

Matéria de vogue.globo.com

Cantora brasileira estampa a 15a posição no ranking de artistas mais influentes da música atual

Em um ranking divulgado pela Billboard, a cantora brasileira Anitta foi eleita a 15a artista mais influente da música na atualidade.

“A brasileira, que estava na posição 44 na última semana, agora desbancou nomes como Rihanna (que está em 18º), Selena Gomez (21º), Demi Lovato (22º), Taylor Swift (23º), Ed Sheeran (24º), Justin Timberlake (26º), Beyoncé (30º), Bruno Mars (33º), Lady Gaga (36º) e Jennifer Lopez (49º)”.

Agora a cantoras está focada na carreira internacional e com a estreia da música e do clipe Paradinha na semana passada, ela ganhou ainda mais visibilidade, por ser cantada em espanhol. Além disso, a parceria com a australiana Iggy Azalea deu o que falar – o single Switchsé um dos 60 mais tocados nos EUA.

Leia na origem

Anitta: um caso de marketing que vale a pena ser estudado

A cantora Anitta está fazendo tanto sucesso que agora virou um case de marketing. Quais seriam afinal, as estratégias usadas pela artista? “Versatilidade”, “co-branding”, “swarm” e “sinceridade”!

A cantora Anitta está dando o que falar, “a carioca de 24 anos administra a própria carreira, é dona de números e de uma reputação digna de uma popstar internacional”.

Ela é a única brasileira que conquistou o “Social 50 da Billboard” americana, “um ranking que mede a popularidade de artistas nas redes sociais”. Ela ficou em 15º lugar, na frente de Shakira (16º), Taylor Swift (23º), Beyoncé (30º) e Lady Gaga (36º).

Agora a cantora virou um case de Maketing. Com o uso de diversas estratégias para promover seu trabalho, o resultado está dano super certo. Quais seriam afinal, as estratégias usadas pela artista? “Versatilidade”, “co-branding”, “swarm” e “sinceridade”! No artigo, leia como a cantora brasileira está conquistando cada vez mais o público não só de brasileiros, mas agora internacional.

Leia na origem

©2018 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?