Mais de 2.000 compositores assinaram uma petição exigindo melhores royalties mecânicos de streaming interativo. A petição foi realizada antes do julgamento sobre as novas taxas de royalties pagos pelos serviços de streaming, em Washington.

Na audiência, de um lado, as gigantescas empresas de tecnologia como Google, Apple, Amazon e Spotify, argumentando sobre a redução das taxas de royalties. No outro lado, editores de música, através da National Music Publishers ‘Association, lutando junto a Nashville Songwriters Association International (NSAI) para um aumento muito necessário nos royalties.

Embora os royalties pagos aos compositores tenham permanecido pequenos, as gigantescas empresas de tecnologia usaram as músicas para vender, não apenas assinaturas, mas também, outros produtos e serviços como o Amazon Echo, Google Home e iPhones. Em um mundo onde o stream on-demand é o novo jeito de ouvir música, as taxas de royalties decididas neste julgamento definirão o futuro dos compositores.

Tags:

Leia na origem

©2020 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?