Matéria de tabuol @UOL

Festival ‘Quadradinho’ acontece até o fim de novembro seguindo normas da OMS para eventos presenciais no Rio de Janeiro.

De 6 a 27 de novembro acontece no Núcleo de Ativação Urbana, Rio de Janeiro, o festival ‘Quadradinho’. Evento quer mostrar que é possível voltar a curtir shows, desde que todos os protocolos de segurança sejam seguidos.

No primeiro dia do festival, o line-up contou com apresentações de Rebecca, Karol Conka, Tati Quebra-Barraco, Pocah e Lexa, além da participação de Dj’s.

Uma estrutura formada por 188 cercadinhos foi montada para atender os protocolos de segurança estabelecidos de acordo com a fase 6B, do plano de retomada de atividades econômicas do Rio de Janeiro. Os cercadinhos, ou quadradinhos, são divididos em três formatos: 4m² – 6m² e 8m², o último com capacidade de até 8 pessoas.

“Brincando com o termo do funk, o festival se chama Quadradinho. Enxergamos que muitas pessoas querem voltar a assistir aos shows mas entendemos, como plataforma, precisávamos fazer com que tudo fosse o mais seguro para esse retorno. Por isso montamos o formato de uma arena toda preparada pra distanciamento social”, explicou Flavio Saturnino um dos idealizadores do projeto ao portal Metrópoles.

Segundo relato do Uol, a saída dos quadradinhos só é permitida para idas ao banheiro, que é higienizado por diversas vezes ao longo da noite. Além disso, o consumo de bebidas e comidas é realizado através de um menu acessado por QR Code, colado nas mesas. Tudo é  servido por garçons devidamente protegidos por máscaras.

Os valores dos ingressos variam entre R$200 e R$600 e já estão disponíveis para venda na plataforma Sympla.

A compra dos ingressos só pode ser realizada por meio de um aplicativo próprio do festival. Assim como no cinema, o público pode escolher em que quadradinho deseja ver o show. O público geral será de 750 pessoas, menos de ⅓ da capacidade total do espaço que tem 4.500 m². A entrada claro, só é permitida com uso de máscaras e higienização de mãos com álcool em gel e medição de temperatura.

Imagem: Ana Wander Bastos/Divulgação

Tags:

Leia na origem

©2020 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?