Matéria de VEJA.com

O titular da Cultura, Roberto Freire anunciou deixar o cargo.

Roberto decidiu acompanhar a decisão das bancadas do partido na Câmara e no Senado, que optaram por defender a renúncia do presidente.

Histórico: “Presidente nacional do PPS, Freire assumiu o Ministério da Cultura em novembro, na esteira do escândalo envolvendo o antecessor, Marcelo Calero, que acusou o presidente e o então ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, de pressioná-lo a rever, por razões políticas, uma decisão técnica do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)”.

Freire foi citado na delação da Odebrecht “por suspeita de caixa dois”, mas o STF pediu nova avaliação do caso ao Ministério Público Federal.  Ele negou a acusação , “criticou a esquerda e disse que gostaria de reformar a Lei Rouanet”.

Tags:

Leia na origem

©2018 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?