Matéria de Folha de S.Paulo

Mesmo com o apoio de Paul McCartney para a aprovação das novas Diretrizes de Direitos Autorais, o Parlamento Europeu bloqueou a votação e a decisão ficará para Setembro.

Nesta quinta-feira (5), os deputados do Parlamento Europeu decidiram bloquear a votação sobre as novas Diretrizes de Direitos Autorais no continente.

Segundo o portal do jornal Folha de São Paulo, os parlamentares questionaram a posição da comissão dos Assuntos Jurídicos da casa e a votação decisiva ficará somente para setembro.

O 13º artigo tem causado muita mobilização, pois ele determina que as redes sociais criem ferramentas para impedir a publicação de textos, vídeos e fotos protegidos por direitos autorais. Se aprovadas, as novas regras poderiam afetar os conteúdos das redes sociais, como memes, remixes musicais e paródias.

Uma carta aberta foi publicada por um grupo de 169 cientistas contra a proposta. E até a Wikipedia se manifestou bloqueando o acesso a algumas páginas.

Quem está do lado da aprovação da nova diretiva são as grandes empresas da indústria fonográfica e artistas como o ex-Beatle, Paul McCartney. Eles defendem uma “compensação justa” aos artistas pela utilização de suas obras na internet.

Axel Voss, relator da proposta no parlamento, lamentou a decisão: “Isso faz parte do processo democrático. Voltaremos ao assunto em setembro para uma análise mais profundada e tentaremos abordar as preocupações das pessoas, ao mesmo tempo em que atualizamos nossas regras de direitos autorais com o ambiente digital moderno”.

Tags:

Leia na origem

©2018 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?