Matéria de G1

Além de suspender mais de 200 sites, a operação deseja bloquear dos mecanismos de buscas, perfis e páginas que promovem a distribuição de filmes, séries e TV’s de forma ilegal. Atualmente, o prejuízo estimado é de mais de R$9 bilhões ao ano.

Na sexta-feira (1º) a Polícia Federal realizou uma operação anti-pirataria digital em 12 estados no país, para bloquear e suspender cerca de 200 sites e 100 aplicativos de streaming de filmes, séries e TV’s que distribuíam conteúdo de forma ilegal.

De acordo com o G1, a Operação 404, referência a mensagem de erro quando um site está fora do ar, também deseja remover dos mecanismos de buscas, perfis e páginas que promovem a distribuição de conteúdos piratas. Para isso, a Polícia Federal informou que construiu um banco de dados com usuários proprietários dos serviços piratas.

A Operação que prendeu em flagrante três pessoas, teve apoio da Ancine, do Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual (CNCP), das associações proteção à propriedade intelectual no Brasil, Embaixada dos Estados Unidos no Brasil (Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília – US Immigration and Customs Enforcement-ICE) e do Departamento de Justiça dos Estados Unidos da América.

O portal informou atualmente, há cerca de 4,2 milhões de sinais piratas de TV no Brasil, gerando um prejuízo de R$9 bilhões ao ano.

Para se ter uma ideia, os dez maiores site sites piratas no Brasil receberam  1,3 bilhão de visitas em 2018. Entre agosto de 2015 a agosto de 2016, esses sites faturaram R$17 milhões em receitas publicitárias.

 

Imagem: G1/Globo News

Tags:

Leia na origem

©2019 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?