Matéria de Billboard

“A fama pode ser passageira nas redes sociais, mas artistas e bandas têm maior poder de influência”: Um estudo descobriu que nove entre dez usuários de mídias sociais como o Facebook, Twitter, Instagram ou Snapchat fazem uma atividade relacionada à música.

De acordo com dados compilados pela empresa de pesquisa e análise MusicWatch, nove entre dez usuários usam as mídias sociais para fazer atividades relacionadas à música.

De particular interesse para o negócio da música seriam os resultados das métricas de consumo da pesquisa.

A maioria dos entrevistados (75%) usam as mídias sociais para assistir a videoclipes; 69% para ouvir música em rádios e 35% pagam por uma assinatura de streaming de música.

Com relação ao perfil dos usuários, 36% possui idade entre 13 e 24 anos e o hip-hop é o gênero mais procurado pelos seguidores. Além disso, os artistas e músicos estão no topo da lista de influenciadores mais seguidos.

“A fama pode ser passageira nas redes sociais, mas artistas e bandas têm maior poder de influência”, afirmou o MusicWatch em um post no blog que acompanha o estudo.

O MusicWatch ainda explicou que o motivo da preferência por música é que os usuários possuem interesse constante nas carreiras de seus artistas favoritos e querem atualizações em seus projetos musicais, passeios e estilos de vida.

A rede social preferida para compartilhar e marcar músicos é o Instagram com 56% dos usuários.

No Snapchat, 68% dos usuários visualizaram ou postaram fotos de eventos de música ao vivo, enquanto 23% dos posts continham letras de músicas.

“Dois de cada três (63%) usuários concordam que estão descobrindo novos artistas nas mídias sociais”, continuou  postagem no blog do MusicWatch.

Tags:

Leia na origem

©2018 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?