Matéria de Billboard

Estudo aponta crescimento da pirataria no mundo apesar da popularidade de serviços como Netflix e Spotify.

O TorrentFreak realizou um novo estudo sobre a pirataria no mundo. Apesar da popularidade de serviços on demand como a Netflix e o Spotify, a pirataria na música aumentou 14,7% em 2017.

De acordo com o “Relatório Global de Pirataria 2017”, analisado pela MUSO, 73,9 bilhões de pessoas visitaram sites de pirataria no mundo todo. A pesquisa leva em conta a pirataria em sites de música, TV, cinema, publicações e software.

A música foi a segunda categoria mais visitada. Perdeu apenas para os sites de conteúdo de TV (106,9 bilhões de visitas) e ficou à frente do cinema (53,2 bilhões de visitas). Em todas as categorias, os EUA lideraram o caminho das visitas piratas (27,9 bilhões), seguidos (em ordem) pela Rússia (20,6 bilhões), Índia (17 bilhões), Brasil (12,7 bilhões) e Turquia (11,9 bilhões).

O CEO da MUSO, Andy Chatterly, em um comunicado, afirmou que os dados analisados só confirmaram que “a pirataria é mais popular do que nunca”. Além disso, Chatterly disse que as indústrias de conteúdo devem observar essas tendências não apenas para proteger suas produções, mas também para compreender melhor o perfil do consumidor de pirataria e ter uma melhor percepção dos negócios e monetização desses públicos.

Tags:

Leia na origem

©2018 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?