Matéria de Billboard

Nesta semana, a LyricFind, maior licenciadora de composições do mundo, anunciou um acordo entre a Som Livre, a MK Music, a ONErpm e a UBC. O acordo deve legalizar e monetizar toda a exibição e uso de letras de músicas.
“Esta é a culminação de anos de trabalho juntos”, disse Robert Singerman, editor de música da LyricFind, que estará em um painel sobre música digital nesta sexta-feira, 26 de outubro, na conferência Music Trends Brasil, no Rio de Janeiro.

Acordo entre a LyricFind, UBC, Som Livre, MK Music e ONErpm pretende licenciar principalmente as editoras de música e compositores independentes para legalizar completamente e monetizar toda a exibição e uso de letras.

“Até agora, o Brasil tem sido um mercado de letras sem licença ou semi-licenciado e um mercado de tradução lírica completamente não licenciado e não autorizado”, explicou Luciana Pegorer, representante da LyricFind no Brasil.

Em Toronto, a equipe de conteúdo do LyricFind, também incluirá funcionários brasileiros para verificar e implementar o conteúdo em português. “Estamos ansiosos para construir um cenário robusto e totalmente legal, como o LyricFind fez para as letras em outros territórios”, afirmou Pegorer.

“Esta é a culminação de anos de trabalho juntos”, disse Robert Singerman, VP Internacional, da LyricFind, que estará em um painel sobre música digital nesta sexta-feira, 26 de outubro, na conferência Music Trends Brasil, no Rio de Janeiro.

“Isso tem um grande potencial para aumentar significativamente a receita de música brasileira em todo o mundo, por meio da exibição original de letras e traduções líricas legais.”, afirmou Robert Singerman.

Além de letras de musicas, serão licenciadas camisetas, canecas e outras mercadorias por meio da plataforma LyricMerch do LyricFind.

 

 

 

Foto: Mauricio Santana/Getty Images

Tags:

Leia na origem

©2018 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?