Cardi B deve faturar milhões por mês, caso consiga converter pelo menos 1% de sua audiência nas redes sociais para seu plano de assinaturas com conteúdo exclusivo. Um case pra gente ficar de olho.

A rapper americana Cardi B anunciou para seus fãs na semana passada que entrou para a plataforma Only Fans. Ser der certo, a novidade deve gerar milhões ao mês para a cantora caso consiga converter pelo menos 1% de sua audiência nas redes sociais.

Para quem nunca ouviu falar, o Only Fans é uma plataforma voltada para monetização dos criadores de conteúdo através de planos de assinatura. A plataforma é mais popular na indústria de entretenimento adulto, é possível vender nudes por lá, mas também hospeda criadores de outros gêneros como música.

No OnlyFans, a partir de U$4,99 por mês, os fãs de Cardi B poderão ter acesso a conteúdos exclusivos, como os bastidores de seu último clipe da música “WAP”  e outros conteúdos diários.

Segundo o OnlyFans, há três maneiras de monetização de conteúdo na plataforma: Conteúdo exclusivo, Conteúdo de estilo de vida e “Comunicação e lealdade”, o que dá à rapper uma infinidade de possibilidades para criação de conteúdo, que ligado às redes sociais pode ser uma negócio bem lucrativo.

Planos de assinaturas e fidelidade para fãs não é algo novo. Afinal, existem várias maneiras de se conseguir reter um público e monetizar usando plataformas como o Twitch e Bandcamp. Entretanto, o que chamou a atenção, neste caso, foi o quanto o Only Fans pode ser altamente lucrativo para a cantora. Por isso, o Music Business Wordwide fez uma análise detalhada sobre isso.

De acordo com os cálculos do portal, se um artista com 1 milhão de seguidores nas redes sociais mais populares como o Instagram, conseguir converter pelo menos de 1% a 5% dos seguidores para seu plano no OnlyFans cobrando US$4,99 por mês, ele poderia ter um retorno de US$49.900 e US$249.500 por mês.

Agora, a gente pode imaginar quanto uma artista como a Cardi B, que possui 72,5 milhões apenas no Instagram poderia ganhar. Se aplicarmos a mesma fórmula, a cantora deve faturar algo em torno de $3,6 milhões a $18 milhões por mês com o OnlyFans. Isso sem levar em consideração as outras redes sociais da cantora como o Twitter (13,4 milhões) e os 19,6 milhões de seguidores no Facebook.

Novamente: planos de fidelização não é uma novidade no mercado musical, mas definitivamente, o OnlyFans é uma plataforma que entende o valor de um fã e que merece um olhar mais aprofundado.  Aliado à boas estratégias, não há dúvidas que a parceria com a Cardi B será benéfica, tanto para a artista, quanto para os fãs.

“A indústria da música está despertando para o valor dos superfãs – um grupo central de fãs dedicados que estão dispostos a dar mais por um relacionamento mais próximo com seu artista favorito”, cita o OnlyFans em seu site.

“São os superfãs que vão comparecer aos seus shows repetidas vezes, comprar seu próximo álbum, compartilhar sua música com os amigos e doar para sua campanha de crowdfunding”, defende a plataforma.

 

Foto: divulgação

 

NÃO DEIXE DE PARTICIPAR DO NOSSO SORTEIO NO INSTAGRAM VALENDO DUAS BOLSAS INTEGRAIS PARA O MÚSICA E NEGÓCIOS PUC-RIO!! 

Tags:

Leia na origem

©2020 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?