Matéria de @MusicWeek

As obras de Prince estarão mais valorizadas e protegidas com o novo acordo.

A Global Music Rights (GMR), do executivo inglês Irving Azoff, assinou um acordo mundial para representar o catálogo de Prince.

O acordo dará maior valorização ao catálogo do artista, que sempre se preocupou com seus direitos. Em 2014, Prince chegou a deixar a ASCAP – Sociedade Americana de Compositores, Autores e Editores, para buscar alternativas que valorizassem mais seu catálogo. Agora, após seu falecimento, os responsáveis Bremer Trust, Charles Koppelman, Londell McMillan, e o advogado Jason Boyarski, concluíram que a filosofia da GMR era a mais adequada aos valores que Prince defendia.

“Prince sempre defendeu os direitos dos artistas, e a GMR está na vanguarda da proteção dos direitos de execução para escritores e compositores. Estamos muito felizes por fazer parte da Global Music Rights para uma representação mundial”, afirmou Charles Koppelman sobre o novo acordo.

O portal Music Week destacou que o acordo foi realizado após a Universal Music anunciar que assumiria o merchandising de Prince.

Tags:

Leia na origem

©2020 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?