Desta vez, Mark Mulligan revela que a Deezer pretende explorar com as gravadoras uma outra maneira de licenciar músicas.

O licenciamento centrado no usuário deve ser um movimento ousado da Deezer, que embora ainda esteja no terceiro lugar dos serviços de streaming, com essa estratégia terá cada vez mais a atenção voltada para ela.

Mulligan comenta que esta é uma maneira mais transparente de pagar royalties e é baseado em uma relação muito mais direta entre o artista e a escuta de seus fãs. Se a Deezer for capaz de persuadir as gravadoras a aceitarem a proposta,  este será um grande sinal de maturidade para o mercado de streaming.

Tags:

Leia na origem

©2022 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?