Matéria de Digital Music News

Gravadoras independentes realizaram acordo milionário com o Spotify, porém as grandes gravadoras ficaram insatisfeitas com isso.

Em 2008 um grupo de gravadoras e compositores independentes entraram com uma ação judicial contra o Spotify alegando direitos sobre royalties que não foram remunerados. Somente agora um acordo foi realizado, no total de 40 milhões de dólares.

Antes disso, as principais editoras representadas pela National Music Publishers ‘Association (NMPA) também conseguiram um acordo, porém de menor valor, 30 milhões de dólares. O problema é que ao saberem do recente acordo, as grandes gravadoras se sentiram enganadas pelo Spotify, e alegaram que o valor acordado representa apenas uma fração do valor total dos direitos.

Em uma carta vazada do NMPA para seus editores de membros, a advogada Danielle M. Aguirre defende a liquidação dos US$ 30 milhões e diz que o valor do acordo com a NMPA aumentará com a acumulação de royalties adicionais ​​para os períodos após junho de 2016.

Tags:

Leia na origem

©2020 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?