Herdeiros de maestro buscam desde 2016, reconhecimento da autoria de antiga vinheta da Globo para o Campeonato Brasileiro.

Recentemente a Globo sofreu uma derrota em uma ação, pela qual foi acusada por plagiar uma música em uma vinheta do Campeonato Brasileiro.

De acordo com o Notícias da TV, o processo se iniciou em 2016, quando a família do maestro José Harenton Salvanini, falecido em 2006, notou que a vinheta do Campeonato Brasileiro era semelhante a uma de suas composições: “Futebol Internacional”. Apesar do maestro ter trabalhado na emissora nos anos 1980, e colaborado com a criação de várias vinhetas e trilhas, a obra em questão constava cadastrada na Associação de Intérpretes e Músicos com autoria de outra pessoa.

Durante uma investigação particular encomendada pelos herdeiros de Salvanini, foi identificado um cadastro da obra com o nome “Tema Futebol Brasileiro”, e autoria apenas de Aluisio Didier, um dos colegas de trabalho do maestro na emissora.

Sobre o acordo:

Antes de irem à Justiça, os herdeiros de Salvanini buscaram Didier para contestar a exploração indevida da música. O compositor acabou admitindo que se inspirou na obra do maestro e acabou pagando R$ 70 mil aos herdeiros pelos direitos patrimoniais de execução pública.

Houve ainda um acerto sobre a “cessão parcial dos direitos patrimoniais da obra derivada, em favor do criador da obra original”, onde os herdeiros poderiam receber o pagamento pelo uso da faixa a partir daquele momento. Entretanto, a Globo decidiu mudar o tema de abertura dos jogos para outra.

Confirmação do plágio:

No último dia 15 de Junho, o processo ganhou uma atualização, através de um laudo de cem páginas realizado pelo perito escolhido pelo Poder Judiciário, Alexandre Hees de Negreiros, indicando que houve uma “substantiva possibilidade de plágio”:

“Constatou-se a derivação material, volumosa e significativa, decorrente do aproveitamento (parasitário ou por determinação funcional) de diversos elementos musicais suscetíveis à proteção presentes à obra originária ‘Futebol Internacional’ e característicos de sua existência, através de sua utilização não autorizada”, concluiu o perito.

Diante do resultado positivo para plágio, agora o juiz da 2ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro deve acatar a decisão técnica para condenar a Globo e, em seguida definir um valor de indenização por danos morais e patrimoniais.

Vale notar que não é a primeira vez em que a Globo foi acusada de plagiar músicas em suas vinhetas. Desde 2011, o ex-sonoplasta da Rádio Globo, Formiga, tem buscado na Justiça o reconhecimento da autoria da vinheta “Brasil-sil-sil”, contamos o caso que repercutiu em 2019.

Foto: Reprodução Globo

Tags:

Leia na origem

©2022 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?