Enquanto festivais de músicas ganham destaque, pequenas casas de shows fecham as portas e poucas oportunidades restam para novos artistas oferecerem música de qualidade.

De acordo com Neilson, 32 milhões de pessoas assistem a um festival de música nos Estados Unidos a cada ano, viajando em média 903 milhas. O Music Canada informou que cerca de 16 milhões de fãs participam dos 558 festivais do país a cada ano.

Apesar do sucesso dos festivais de música, nem tudo está indo bem na indústria musical, cada vez mais, pequenas e médias empresas de shows de música ao vivo têm fechado as portas. Esse é um fato alarmante, pois esses locais possuem grande papel histórico no ecossistema da música. Eles servem como incubadoras de artistas emergentes para ganhar experiência e bases de fãs. Sem esses espaços, serão poucas as oportunidades para artistas novos se promoverem.

Os festivais de músicas se tornaram rentáveis e populares.  Entretanto, eles não servem como um lugar para que se possa ouvir e apreciar música de qualidade, pois há várias interferências como o sofrimento dos fãs em não ficar perto do palco, aguentar sol, chuva, calor intenso e muito mais. Os festivais podem ser creditados por trazer uma grande quantidade de público e entusiasmo pela música ao vivo em uma geração que vive em grande parte no mundo digital. “No entanto, a questão permanece, a que custo?”

Tags:

Leia na origem

©2018 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?