Após queda das receitas do setor musical, o mercado francês registrou um crescimento financeiro significativo pela primeira vez em 15 anos, em 2016.

De acordo com o SNEP (Syndicat National de l’édition Phonographique), a assinatura de streaming de áudio é a principal aliada ao crescimento, com 55% a mais no ano anterior.

Para a presidente da SNEP, Stéphane Le Tavernier, o mercado francês está recuperando suas cores e encontrando meios para construir seu futuro. Para ela, este forte crescimento é a recompensa justa de uma década de trabalho e investimento de produtores, artistas e seus parceiros na indústria da música para se adaptar à nova realidade digital,

Artistas franceses, somaram 18 dos 20 melhores álbuns mais vendidos de 2016 , mas a faixa mais transmitida foi da Sia, Cheap Thrills.

De acordo com a IFPI, a França foi o quinto maior mercado de música gravada do mundo em termos de atacado em 2015.

Leia na origem

©2020 MCT - Música, Copyright e Tecnologia.

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?